segunda-feira, 30 de junho de 2008


  proteja-me do que eu quero

Um comentário:

vivi disse...

Olá, que prazer passear pelo blog.Um tom íntimo de conhecer-te há muito não parou de perseguir pelo percurso.
O budismo,moda, a arte, o efêmro, e tb. sua foto parecem conhecidas.
Bem não pude saber se sim ou não de fato mas certamente sentia-se um tanto "clonada".....sem ser siamesa.
Convido para que entres no meu blog, vividallosto.blogspot.com-jornada da expansão.
no timbre no tom alegria quem sabe podemos seguir falando adoraria ou alinhavando desejos......pra cobrir o novo mundo!