domingo, 29 de março de 2009

Corumbiara e Z32


Fui assistir Corumbiara sábado e Z32 hoje, domingo. Dois filmes maravilhosos.
No Festival de documentários It's all true, no cinesesc.
O primeiro é de Vicent Carelli, que demorou 20 anos fazendo esse filme. O sul de Rondônia, é o cenário, em 1985, de um massacre de índios isolados. Apesar dos visíveis sinais da tentativa de apagar as evidências de sua existência, filmadas pelo documentarista . Incrível onde podemos ver o primeiro encontro com e nações indígenas em exinção. Duro, fim da linha,  como diz Carelli...triste demais.
Mas linda a oportunidade de ver o encontro...o reconhecimento. A nação Canoê, com dois únicos irmãos, os  Akuntu com seis integrantes, e o homem "tatu" , que faz um buraco dentro da oca, ainda um mistério e só há um sobrevivente que foge como um animal ameaçado o tempo todo de todo lado. Incrível ve-los na floresta em suas casas, nomades, em pleno deslocamento. Vale`a pena ver esse filme! 

Israelense Avi Mograbi apresenta 'Z32' no Festival de Veneza
Filme foi ovacionado.Obra complexa mistura política e música.
O cineasta israelense Avi Mograbi, convidado especial do festival, resolveu abandonar momentaneamente sua carreira de documentarista crítico para transferir suas armas políticas freqüentes para o gênero musical e comandar o filme
"Z32"
O filme relata, em tom de entrevista, as impressões de um soldado israelense depois de matar dois policiais palestinos, com desvios pontuais para a sala da casa do diretor, onde, com orquesta incluída, interpreta músicas de paródia.
Avi Mograbi diz "que não queria perder em nenhum momento a idéia de que estava entrevistando uma pessoa" e, por isso, para manter a privacidade da personagem, transforma digitalmente seu rosto em até três modelos completamente diferentes.
A complexidade se mostra presente em "Z32".
"Com as músicas, queríamos mostrar a incapacidade de esta realidade se tornar algo belo", explicou o diretor.

3 comentários:

Lea disse...

AXSXFGHJJ.
21`1123456889890==
QWETYYUIOPP[OI
esse foi o comentario do yuri!
love
lea!
QWTYYQWERTYYUJUIOLP

Fernão disse...

Nunca vi uma pessoa mais antenada do que você para o circuito cultural. Você deveria fazer um "Guide Velloso", on-line, para nos ajudar (nós, a vasta horda não-antenada) a não perder essas maravilhas.

andréa velloso disse...

oi Fernao,
Bom que esta de volta!
...to no Rio...desantenada no momento...rs...
antenada nos amigos velhos de guerra...
volto ainda hoje saudosa do blog, confesso que tenho adorado fazer isso.